Num sonho inspirado por sua gatinha preta, Alice viaja através do espelho e encontra um mundo de habitantes excêntricos: peças de xadrez, flores e animais que falam e personagens de canções de ninar... além de seu jantar, um pernil educado e bem falante. Em seu caminho atravessa um bosque onde as coisas não têm nome e não existe desconfiança ou medo porque ninguém se lembra mesmo de quem é. Aprende as regras da lógica absurda do País Através do Espelho como correr bem rápido para poder continuar no mesmo lugar e acreditar em pelo menos seis coisas impossíveis antes do café da manhã. .
As ilustrações a traço são do livro original de clima de Sir John Tenniel. Na página ao lado, a colorida é Disney. Os dois sketches são do próprio Lewis, na CARTA ENiGMA que escreveu a uma amiga.

tem mais






Todas as ilustrações de Tenniel AQUi
Em Alice no País das Maravilhas o Gato de Ceshire tem o dom de desaparecer aos poucos. Começa com a ponta da cauda e termina com o sorriso, que fica suspenso no ar depois que o corpo desaparece. Existe uma expressão em inglês, "Grin like a Ceshire cat": rir como um gato de Ceshire. Carroll nasceu no Condado de Ceshire. Lá se costumava vender queijos moldados em forma de gato.

warhol/baseman



gato v i s u a l
í n d e x
m a p a